quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Cinque Terre - Riviera italiana



Cinque Terre está classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade. E faz por onde merecer. É composta por cinco aldeias italianas seculares localizadas nas escarpas da costa da Riviera Italiana, sendo elas Corniglia, Manarola, Monterosso, Riomaggiore e Vernazza.

As cinco aldeias são praticamente coladas umas as outras e interligadas por uma linha de trem da Trenitalia. Suas casas coloridas complementam a paisagem linda da beira mar repleta de barcos de pesca. O tom das cidades é dourado, quando banhado pelo sol do entardecer. Pelas ruas as adegas misturam-se aos restaurantes italianos servindo suas massas típicas com frutos do mar frescos e regadas ao molho pesto. Os lanches, em geral, são compostos por pizzas, focaccias, doces, cappuccinos e sorvetes, guloseimas locais imperdíveis para o paladar.

O que fazer: nos dias quentes de verão, lagartear nos deques ou praias a beira mar, além de perambular pelas ruas apinhadas de turistas. Visitar pontos históricos ou os vinhedos, em qualquer época do ano, faz parte da diversão.

Não tivemos tempo de explorar cada aldeia, com todas suas particularidades, mas recomendamos a quem tiver mais tempo não deixar de visitar as igrejas em estilo genovês (destaque para a Santa Margherita di Antiochia em Vernazza), explorar a Via dell’Amore (uma surpreendente trilha entre as pedras, ligando Riomaggiore e Manarola), lagartear nas areias de Monterosso Al Mare), visitar a medieval Torre Aurora, também em Monterosso.

Como chegar: a melhor maneira de chegar a Cinque Terre é de trem, com a Trenitalia.

Saindo de La Spezia, cidade costeira italiana, há uma linha turística de trem chamada Cinque Terre - Treno Multiservizi, vendido hoje por 12 euros por pessoa.

Neste trem você pode viajar quantas vezes quiser (tipo um hop-on-hop-off) - dentro da validade do bilhete - desde La Spezia Centrale em uma viagem de no máximo 20 minutos, passando pelas cinco aldeias de Cinque Terre, no mesmo dia.

Economicamente este bilhete não significa a melhor vantagem, já que cada trecho custa em torno de 2,20 euros. Mas em nosso caso, que não pernoitamos em Cinque Terre, valeu muito a pena pela praticidade, além do bilhete oferecer algumas vantagens como  visitas guiadas em certos lugares, uso do serviço de ônibus ATC gratuito dentro do parque, acesso grátis a internet nos locais de Hot Spot, uso grátis dos banheiros públicos, preço reduzido em museus de La Spezia e Cinque Terre, entre outros.

Ah, e não esqueça de preencher o verso do bilhete com seu nome e sobrenome. E tem que marcar o bilhete em uma máquina, antes do primeiro embarque. Isso evitará que você leve uma multa!

E você? Tem alguma dica a mais sobre Cinque Terre? Se tiver, conte para a gente!

Leia sobre outros destinos na Itália aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!