Bate-volta de London à Brighton, Inglaterra

Interior de Royal Pavillion
                                                        Por: Adriana Aguiar Ribeiro

Quando se passa alguns dias em uma capital, vale a pena pesquisar cidades vizinhas para uma possível visita. Sempre fazemos isso, pois dá para conhecer novos lugares, sem aquele estresse de arrumar mala, fazer novo check-in, enfim, basta acordar, viajar e voltar, para o mesmo hotel. Em Londres já recomendei uma viagem bate e volta para Moreton-in-Marsh. Hoje recomendo uma visita a Brighton. A cidade fica na costa da Inglaterra e é pequena o suficiente para se conhecer em apenas um dia. A viagem de trem dura arproximadamente 49 minutos e sai de Victoria Station em diversos horários. Recomendo comprar a passagem direto na internet, pois consegue-se sempre boas promoções. Adquirimos nossos bilhetes ida e volta, com
Ruelas
horário aberto na Southern. www.southernrailway.com Funcionou tudo como esperado.

Saímos cedo de Londres e chegamos na cidade praiana de Brighton, numa manhã fresca da primavera inglesa. Da estação ao centro pegamos um ônibus. Mas logo percebemos que é tudo tão perto que poderíamos ter ido a pé. 

A primeira atração do nosso roteiro foi a visita a Royal Pavilion, construída em 1787, como  residência de George IV, o príncipe de Gales. Por tudo que vimos, concluímos que o príncipe tinha gostos finos e extravagantes. Gastava
Praia
com festas, gastronomia, espetáculos e mulheres. Investiu uma fortuna na construção de seu palácio, que hoje é uma grande atração turística. A arquitetura é originária da Índia, do século IX. Os jardins, muito bem cuidados, tentam preservar o paisagismo original.

Desde a Royal Pavilion caminhamos até King’s Road, cruzando ruelas simpáticas, em estilo medieval. Chegando a praia percorremos todo o calçadão, admirando o movimento de turistas. Há uma passarela baixa, que corta toda a beira mar, repleta de restaurantes oferecendo frutos do mar, lojinhas de souvenires, cafés e muita animação.
Brighton Pier
O ponto alto da cidade é o Brighton Pier, que fica no fim da praia. Ótimo lugar para apreciar o mar, fazer uma boa refeição, comer guloseimas e se divertir. Optamos por comer fish and chips, muito popular também por lá.

Ao entardecer caminhamos de volta até a estação de trem, de onde fizemos uma rápida viagem até Londres, retornando ao conforto do nosso hotel.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Campos do Jordão, a cidade mais alta do Brasil

O que fazer em Mambucaba - passamos o Ano Novo por lá!

Visitando Quebec, Canadá