Desembarque de cruzeiro em Estocolmo, capital da Suécia

Residências a beira d´água

Chegar a capital da Suécia, de navio, foi uma grande surpresa. Pois não imaginávamos tamanha vida aquática com tantas belezas naturais em uma grande cidade. Foi então que descobrimos que 14 ilhas da costa da Suécia, na foz do Lago Mälaren, formam o arquipélago de Estocolmo e do mar Báltico.

À medida que o navio entrava pelos estreitos canais, podíamos observar os casarões construídos à beira d’água, a maioria deles com seus barcos ancorados na porta. O tráfego aquático era intenso, com grandes, médias e pequenas embarcações seguindo para destinos diversos. Ancoramos no porto de Frihamnspiren.
Gamla Stan
Viajávamos pela companhia de navegação Royal Caribbean e chegamos durante o verão, por isso encontramos temperaturas amenas, bastante agradáveis. No balcão de informações turísticas do porto descobrimos que um ônibus de linha nos levaria a Gamla Stan, a parte histórica da cidade.

Nossos principais destinos em Estocolmo eram Kungliga Slottet e Stadshuset. Mas Gamla Stan é surpreendente! Sua orla é repleta de barcos ancorados e gente bonita passeando. Uma vez que se adentra pelas ruas de pedra encanta-se com as construções elegantes, datadas dos séculos XVI ao XIX.  A grande variedade de restaurantes serve desde a culinária internacional até a comida típica da Escandinávia. O Smörgasbord também é servido aqui. Trata-se de uma refeição em

Stadshuset
estilo Buffet e conta com vários pratos quentes e frios, com alimentos tipicamente nórdicos, com ênfase para os frutos do mar. O salmão é o arroz com feijão local. Vem nos pratos quentes, nas saladas e nos sanduíches abertos, bem típicos.  As cafeterias são aconchegantes e dispõem de uma gama de guloseimas próprias para o clima frio. Vale experimentar os maravilhosos waffles servidos com geleia.
Para chegar a Kungliga Slottet, que é o Palácio Real, cortamos algumas ruelas de Gamla Stan cruzando igrejas e prédio históricos. E valeu a pena chegar à residência oficial de Sua Majestade, confirmação do regime monárquico da Suécia. Tivemos sorte, pois chegamos bem no momento da troca da guarda. O palácio, em estilo barroco, tem mais de 600 quartos espalhados por seus sete andares. A lojinha de souvenires é rica em artigos que reportam a realeza e seus finos hábitos. Por isso espere encontrar coroas e suas miniaturas e tudo relacionado ao hábito de tomar chá.
Restaurante subterrâneo
Por fim visitamos Stadshuset, que é um dos principais pontos turísticos de Estocolmo. Stadshuset além de abrigar diversos escritórios, incluindo a prefeitura, é o local onde é realizado o cerimonial de entrega do Prêmio Nobel, todo dia 10 de Dezembro. O imponente prédio fica na ilha Kungsholmen, bem no centro da cidade. Apesar de ficar em outra ilha é fácil chegar lá atravessando uma ponte e caminhando, desde Gamla Stam. 

Dicas:
• A cidade de Estocolmo é fácil de ser visitada em ônibus e metrôs.
• Nos Domingos fique atento ao horário dos ônibus, que não circulam com tanta frequência.
• Visite as cafeterias e boutiques localizadas no subsolo. É algo interessante!
• Se você gosta de salmão, este é o seu lugar!

Kungliga Slottet e arredores

 Visite outras cidades de países nórdicos clicando abaixo:

- Copenhagen é divina!
- I love Helsinki, Finland
- Visby, capital da ilha sueca de Gotland

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Campos do Jordão, a cidade mais alta do Brasil

O que fazer em Mambucaba - passamos o Ano Novo por lá!

Visitando Quebec, Canadá