Em L.A. vá de bike!

Venice Beach: quilômetros de bikelane - foto em papel
Percorrendo Los Angeles de carro percebe-se como suas ruas são longas. Quilométricas na verdade! Cortando a cidade de Norte a Sul e de Leste a Oeste, levando seus transeuntes da praia aos bairros do interior, uma única rua percorrida atravessa grandes extensões. Este fato cria uma consequência interessante no transporte de ônibus: é comum para chegar a um destino pegar primeiro um ônibus com deslocamento Leste-Oeste (exemplo) – que seguirá infinitamente por uma única rua, para na altura do seu destino, pegar uma conexão com destino Norte-Sul – seguindo novamente por outra única rua. Mas hoje em dia, com o elevado número de Free-Ways em Los Angeles, os deslocamentos pela cidade ficaram mais facilitados, quando utilizando transporte de superfície.
A cidade é cortada por muitas bikelanes - foto em papel
O que veio facilitar de verdade o deslocamento público na cidade foi a recente construção do  Metrô. Contando hoje com oito linhas e mais cinco em construção, o metrô de Los Angeles consegue ligar grande parte de L.A. à Downtown, o centro da cidade. Para uma cidade nas proporções de Los Angeles, o metrô é uma grande solução.

O uso de bicicletas cresceu devido a existência de muitas bikelanes (ou bike paths – as ciclovias) que continuam aumentando de forma positiva. O incentivo ao ciclismo em Los Angeles começa a ultrapassar os limites urbanos, com as bikelanes estendendo-se para distritos vizinhos à grande L.A., como Pasadena, Pearblosson, Lake Los Angeles, São Fernando e muitos outros locais. A malha de ciclovias já conta com centenas de quilômetros. Pedalar pela cidade é um grande barato!

As ruas dos bairros perto das praias são sempre mais frescas e agradáveis e abrigam inúmeros espécimes de aves aquáticas como atobás, gaivotas, pelicanos, entre outras.

Apesar de a cidade ficar localizada em uma região desértica, conta com muitas áreas verdes, praças públicas e boa arborização. Os esquilos são moradores da cidade, convivendo em paz pelas árvores e fazendo das fiações públicas suas free-ways.  Tudo isso torna a cidade muito agradável para passeios a pé e de bicicleta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Campos do Jordão, a cidade mais alta do Brasil

O que fazer em Mambucaba - passamos o Ano Novo por lá!

Visitando Quebec, Canadá