sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Mônaco de navio





Passamos uma manhã em Montecarlo. Sim, pois nosso desembarque em Villefranche, na França, ocorreu às sete da manhã com retorno programado para as sete horas da noite. E, audaciosos, queríamos visitar também Nice e Èze Village
.
Mas como acalentava o sonho de visitar o segundo menor país do mundo (Mônaco perde em menor tamanho apenas para o Vaticano!), não podíamos perder esta oportunidade!


Foi uma visita rápida, até porque na data da nossa chegada encontramos a França em greve de transportes públicos. Sem ônibus, sem trens... Enfim, a festa dos taxistas!

Sorte nossa que madrugamos para o desembarque, chegando ao porto pouco depois das sete da manhã. Pegamos o primeiro táxi disponível que nos levou direto para Èze Village, uma aventura que contamos aqui. De lá, outro táxi para Mônaco!

Montecarlo


Chegamos direto em Montecarlo, nosso objetivo a ser visitado. E ali realizamos o sonho de conhecer e ter a sensação de andar nas pistas onde acontece o mais charmoso circuito de Grande Prêmio de Fórmula 1 e onde o maior ídolo brasileiro no esporte, Ayrton Sena, foi coroado “Rei de Mônaco”!

Daria até para visitar o país inteiro em um dia, porque Mônaco é basicamente composto por quatro bairros tradicionais: Montecarlo, Mônaco Ville, Condamine e Fontvieille. E algumas novas áreas recém-criadas, sonho do mercado imobiliário! Para ter ideia, o país tem pouco mais de dois quilômetros de extensão!

Mas nos contentamos em circular pelas áreas chiques, visitando o famoso Cassino de Monte Carlo, a Ópera de igual nome e o Hotel de Paris. Percorremos também Les Pavillons e o Parque Place do Cassino, com os Jardins de La Petite Afrique (aos fundos do cassino e bem em frente ao centro de informação turística). Finalizamos com um café e uma água, com direito as belezas do Café de Paris, do cassino. Tudo cronometrado! E assim realizamos um sonho.

Por fim, mais um "porém": a greve dos transportes continuava e a pressa em seguir para perambular um pouco por Nice urgia! Por sorte, ao pedir informação para os garotos do tuk tuk promocional da Barclays, ganhamos uma inusitada carona, que percorreu loucamente as ruas até a Gare de Mônaco, de onde conseguimos pegar um trem internacional de volta para a França.

Mas ficou o desejo de conhecer um pouquinho mais deste país de conto de fadas, fundado em 1297 pela família Grimaldi, que até hoje é soberana no lugar.

Outras informações: Mônaco está localizada no sul da França, na famosa Côte d’Azur. Tem fama de contar com 300 dias de sol ao ano. Confirmamos a fama, em nossa visita ensolarada. 

A moeda local é o Euro mesmo.

O país tem 12 elevadores, que proporcionam bela vista do Mediterrâneo, com seus iates maravilhosos.

Se tivéssemos mais tempo teríamos estendido o passeio até Mônaco Ville, para andar por Vieux Monaco, conhecer o Jardim Botânico da princesa Grace, o Palácio do Príncipe com a troca da guarda que acontece diariamente ao meio-dia, a Catedral de São Nicolau... Mas se tivéssemos mais tempo. Nem tudo é possível em apenas uma manhã!

Leia mais sobre esta viagem clicando em:
Nice
Villefranche, nosso porto de chegada


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!