quinta-feira, 8 de abril de 2021

Chip para internet na Europa: onde comprar?

Quando percebemos que sem a máquina não podemos viver, concluímos que estamos perdendo nossa capacidade de ser! (Adriana Aguiar Ribeiro)

Por: Adriana Aguiar Ribeiro 

Confesso que me comportei como uma viajante "roots" (raiz) pela estrada até o ano de 2019, quando não comprava chips para celular no exterior. Na estrada desde 1982 por conta própria, não via porque me tornar dependente de tecnologia, quando sempre me virei com um mapa na mão e coragem para ir. 

Até que em uma viagem que levaria 58 dias pelo Hemisfério Norte, em 2019, decidimos que seria interessante ter internet 4G no celular. 

Sem nenhuma experiência neste assunto, pesquisei na internet para encontrar uns preços bem salgados. Aí resolvi deixar para comprar o chip no destino visitado. 

Primeiro chip comprado em São Miguel, Ponta Delgada, Açores

Hoje, depois de termos completado a viagem de 58 dias pela Europa e América do Norte, já fizemos outra viagem de 43 dias pela Europa. Nas duas situações adquirimos chips e aqui compartilho com você um pouco da nossa experiência.

Onde comprar?

Cogitamos comprar pela internet antes de viajar. Também nos ofereceram chips para internet no aeroporto de embarque. Mas decidimos comprar no destino, pois verificamos que sairia mais barato. 

Acima duas pesquisas feitas esta semana na internet: a primeira com valores em Reais e a segunda com valores em Dólares. Ambas apresentam preços superiores aos que compramos na Europa, independente dos planos oferecidos, conforme relatamos abaixo.

Chip da Vodafone

Influenciada por blogueiros que falavam bem da cobertura do chip da Vodafone na Europa, em nosso primeiro destino, que foi a Ilha de Açores, buscamos uma loja da marca. 

  • Chip em Ponta Delgada, Açores: Ponta Delgada foi onde compramos nosso primeiro chip. Com 5Gb, roaming por todos os países que visitaríamos e validade de 1 mês, custou 10 euros (abril/2019). Foi o chip mais barato que já compramos na Europa. 
  • Chip em Amsterdam, Holanda:  o sucesso do chip Vodafone foi tanto que o marido decidiu comprar um para ele também. Apesar da gente não querer ceder muito, a vida de viajante fica mais fácil com internet. Estávamos em Amsterdam, onde facilmente encontramos uma loja Vodafone. Foi uma pena descobrir que o preço lá era de 20 Euros (abril/2019) com as mesmas condições do chip adquirido em Ponta Delgada. Curiosamente, este chip precisou ser registrado (fiz o procedimento por telefone na Dinamarca) para funcionar na Escandinávia. O chip de Açores funcionou direto, ao entrar na Dinamarca. 
  • Chip em Lisboa, Portugal: em setembro de 2019 iniciamos em Lisboa uma viagem com duração de 43 dias e novamente procuramos uma loja da Vodafone - time que está ganhando não se mexe - para adquirir chip para internet. Desta vez pagamos o mesmo preço de Amsterdam - 20 euros - com as mesmas condições:  5Gb, roaming por todos os países que visitaríamos e validade de 1 mês.
  • Chip em Siena, Itália: em outubro de 2019, tendo esgotado a cobertura daquele chip comprado no mês anterior em Portugal, decidimos comprar novo chip na Itália. Lá fomos surpreendidos com novas regras e valores: o chip mais barato custava 30 Euros, porém com 30 Gb, roaming por todos os países que visitaríamos e validade de 1 mês. E exigiram que apresentássemos o passaporte original no momento da compra. Compramos apenas um chip desta vez, já que a viagem duraria aproximadamente 10 dias mais. 

Segundo chip comprado na bonita Amsterdam

Por que deixamos para comprar no destino?

Preferimos comprar o chip no destino por ser bem mais barato do que comprar pela internet. 

É difícil comprar o chip?

Não. Você precisa apenas verificar onde há loja da prestadora de serviço que você deseja, ir até lá com um documento de identidade e escolher o chip mais apropriado. É necessário ter uma habilidade mínima para colocar o chip em seu celular, já que nem em todas as lojas o atendente se dispõe a fazer isso. Eles informam tudo que você precisa saber. 

Baixo Chiado: com loja da Vodafone onde compramos chip para Europa

Por que temos optado pelo chip Vodafone?

O chip da Vodafone tem se mostrado muito eficiente em nossas viagens pela Europa. Foi o que encontramos com melhor cobertura e custo-benefício. É fácil encontrar lojas da Vodafone na maioria das cidades europeias. 

Já compramos chip na América do Sul e na América do Norte?

Não. Seguimos viajante "roots", sem utilizar chips para internet na América do Sul e América do Norte, já que achamos os preços por lá muito caros. Mas seguiremos verificando os valores nas próximas viagens.

Como nos viramos sem chip de internet?

Utilizamos mapas de papel e a internet wi-fi dos hotéis e Airbnb por onde nos hospedamos. Pela rua, se for muito necessário, apelamos para a internet de restaurantes, cafés e muitas vezes até wi-fi pública disponibilizada em muitos destinos. 

Siena: venda de chip para internet na Itália exige apresentação de passaporte original

Vale lembrar que é possível baixar o Google Maps e utilizá-lo off line. Por isso, baixamos o local onde estamos quando temos internet e disponibilizamos de suas vantagens na hora de nos locomovermos pelas cidades. 

Não costumamos utilizar pacotes oferecidos pela operadora de nosso celular, já que sempre sai mais caro que a aquisição de chips. 

Lembrando que não fazemos propaganda para afiliados, nem ganhamos comissões para vender serviços de telefonia. Nossa opinião é isenta de qualquer interesse comercial!

E você? Consegue viajar "roots" quando sai do seu país ou compra chip para internet antes mesmo de embarcar para o exterior? Conte aqui nos comentários para a gente!

Quer viver um estilo de vida mais simples e viajar mais? Leia o livro Vivendo bem com o que Você tem e descubra a fórmula!

À venda também nas Americanas.com.br.







  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria? Compartilhe aqui sua experiência com outros leitores!